quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Pode tosar animais no verão?



Tosar ou não tosar no verão??


Há muito polêmica nesse assunto. Tenho lido diversos posts discutindo essa questão. Discussões “8 ou 80” . Deixar animais completamente pelados , ou não tosar nada. Discussões generalistas (generalizando todos os tipos de pelagem), confundindo as pessoas.


Nessa época de calor intenso é comum observar seus animais deitados no piso frio, ofegantes e com a língua toda para fora. E existe essa dúvida se a tosa alivia o calor de fato e/ou se pode prejudicar o animal. É certo que nessa época deve-se redobrar os cuidados em relação ao calor.


Em relação a pele e pelagem :


A pelagem atua como um isolante térmico e evita que o animal perca ou receba calor em excesso. Diferente dos humanos, cães e gatos não têm glândulas sudoríparas, que produzem suor para regular a temperatura corporal, sendo assim, a troca de calor deles é feita na respiração e nos coxins (almofadinhas das patas).


A pele é a barreira física entre o meio externo e o organismo evitando injúrias constantes(físicas, químicas e microbiológicas).Essa barreira é capaz de evitar a perda transepidérmica de água do meio interno, mantendo a hidratação do corpo. Outras funções incluem: regulação térmica, percepção sensorial, ação antimicrobiana(por peptídeos antimicrobianos),e indicador de doenças( externas e internas),...




Alguns cuidados básicos podem ser adotados no dia a dia para aumentar a sensação de conforto térmico do animal. Banhos e hidratações mais frequentes e remoção dos pelos mortos afim de arejar a pele são medidas que ajudam a manter a saúde e a beleza da pele e pelagem.






E a tosa? Sim ou não


Pelo que discutimos entre dermatológos nos últimos dias e através de estudos sobre essa questão, conclui-se que a indicação de TOSAR OU NÃO É BEM INDVIDUAL


O veterinário deve avaliar a necessidade real para cada animal levando em conta a raça, a origem dessa raça, ou mesmo as características dos SRD, ambiente em que vive e a que ele se expõe , se ele tem ou enfrenta algum problema de pele...


Na minha opinião, a tosa mais baixa não é necessária e pode sim causar injurias sobre a pele ,como por exemplo: exposição maior ao sol, falta de proteção da pele, e irritações mecânicas pela lâminas em peles mais sensíveis e/ou ressecadas. Animais de pelagem curta e animais de subpelos ou raças nórdicas é contra indicado ( alopecia pós tosa nestes é uma dermatopatia que pode ser desencadeada)


Mas para os de pelagem longa , que vivem em regiões que não são as de sua origem ( por exemplo, animais do frio em regiões tropicais) , há tosas e escovações que diminuem apenas o volume da pelagem e removem pelos mortos, sem prejudicar a proteção da pele, neste período de intenso calor. Pelo ao contrário, haverá beneficio no sentido de controle de ectoparasitas , e auxilio na penetração de produtos terapêuticos, como por exemplo , hidratantes para os alérgicos. Como foi falado em relação a “percepção sensorial” da pele , há nitidamente um conforto maior pelo animal com a pelagem um pouco mais baixa no período de calor. Por isso que muitos relatam a melhora do estado geral do animal quando realizada a tosa.






Então, nem ”8 nem 80”. Converse com seu veterinário para saber a real inidcação de manejo com a pelagem do seu animal nessa época






Outros cuidados


No verão também é importante oferecer, sempre, água fresca ao pet, evitar passeios em horários de calor intenso e não deixá-los sobre pisos muito quentes, uma vez que as patinhas podem queimar se o pet caminhar em calçadas e ruas superaquecidas pelo sol de verão.


Nunca expô-lo ao sol, e aplicar filtro solar diariamente!






Dra . Andrea F. Nagelstein


Médica dermatóloga de cães e gatos


www.pelepet.blogspot.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIOS E ELOGIOS SOBRE O BLOG

Olá Doutora, fiquei muito feliz em encontrar alguém que esclareça nossas dúvidas . Anônimo Olá! achei suas explicações bem esclare...